Atos de 19 de junho reuniram cerca de 750 mil pessoas em mais de 400 cidades brasileiras. Manifestantes pedem vacina, auxílio de R$ 600 e política de geração de empregos.

A Campanha #ForaBolsonaro, articulação que tem construído as atividades de mobilização como as de 29 de maio e 19 junho que ocorreram em todo o Brasil, anunciou o dia 24 de julho como a nova data de protestos por todo o país e no exterior em defesa do impeachment de Jair Bolsonaro.

Manifestantes também defenderão aceleração da vacinação em massa, auxílio emergencial de R$ 600 até o final da pandemia, além de uma política de geração de empregos, retomada do crescimento econômico e direitos sociais.

De acordo com a campanha, é preciso que todos os manifestantes usem máscaras, de preferência as do tipo PFF2/N95, e que usem álcool em gel. Além disso, também é solicitado o distanciamento social nas manifestações

Os atos do último sábado (19) reuniram cerca de 750 mil pessoas em mais de 400 cidades brasileiras, de acordo com organizadores dos protestos. A quantidade seria 25% maior do que a registrada no dia 29 de maio.

Os protestos do dia 19 também aconteceram no exterior em locais como Estados Unidos, Suíça, Alemanha, Portugal, Espanha e Argentina. Atos devem ultrapassar as fronteiras brasileiras novamente no dia 24 de julho.

A próxima reunião será a 5ª Plenária Nacional das Lutas Populares que será realizada no ambiente virtual, no dia 1º de julho, às 18 horas.

Fonte: CTB e BdF

Disponível em: https://vermelho.org.br/2021/06/22/novas-manifestacoes-contra-bolsonaro-sao-convocadas-para-24-de-julho/