TELA ESCURA

Os portais e sistemas da Justiça Eleitoral apresentaram instabilidade nesta segunda-feira (2/5). Embora diversas cortes brasileiras tenham sido vítimas de ataques de hackers nos últimos tempos, o Tribunal Superior Eleitoral afirma que o problema se deu em razão do alto número de acessos para emissão, regularização ou transferência do título de eleitor.

430 mil pessoas tentaram regularizar o título de eleitor pela internet nesta segunda

Até as 17h, já haviam sido feitos 431 mil atendimentos. O prazo para regularizar o documento para as eleições deste ano termina nesta quarta-feira (4/5).

O TSE informou que "as áreas técnicas responsáveis já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados".

No início desta tarde, as páginas do tribunal começaram a apresentar lentidão nas respostas. Pouco tempo depois, usuários passaram a se deparar com uma mensagem de erro na conexão ao servidor do site. As informações são do G1.

Além dos formulários de regularização do título, também ficaram indisponíveis os serviços de consulta processual, como o Processo Judicial Eletrônico (PJe).